6 dicas com os principais cuidados com a saúde bucal das crianças durante as férias

  

As férias chegaram e este é um dos momentos com maior risco para crianças em relação à ação de bactérias que podem causar problemas odontológicos. Isto ocorre porque é no período longe da escola, e muitas vezes da rotina da casa, que as crianças consomem mais alimentos ricos em açúcares, carboidratos e gorduras, além de refrigerantes, deixando os dentes mais tempo expostos à acidez, podendo acarretar na rápida perda de minerais e surgimento de cáries e amidos.

  

Conforme diz nossa cirurgiã-dentista Loala Passos, é durante o período das férias que as crianças estão mais expostas a consumirem doces em casa, no passeio ou em viagens, fatores que tendem a prejudicar a saúde bucal. “Os alimentos à base, ou com alta concentração de sacarose, estão entre os maiores vilões da saúde bucal, portanto, precisam ser consumidos com moderação e atenção para evitar o aparecimento de cáries e acabar com a alegria das férias da meninada”, explica.

1. Cuidado com os excessos
Durante as férias, frequentemente aqueles que cuidam de crianças flexibilizam e acabam por atender aos seus pedidos por mais doces, carboidratos e refrigerantes. Mas, como diz o velho ditado, tudo em excesso é prejudicial. O açúcar, em contato com a placa bacteriana, uma camada fina que envolve o dente, forma substâncias ácidas que atacam o esmalte dentário. Esse processo pode aumentar a possibilidade do surgimento de cáries. O mesmo ocorre com os carboidratos, os quais se transformam em açúcares após a digestão.

As crianças menores, que ainda não atingiram a maturação completam do desenvolvimento dos dentes, estão mais suscetíveis a esse problema.

2. Mantenha uma rotina de higiene bucal disciplinada
É importante manter uma rotina disciplinada de higiene bucal. A mudança de horário das refeições e atividades pode levar também a alterações nos hábitos de higienização da boca. Não é porque a criança está de férias que as práticas de limpeza podem ser relaxadas. Uso de escova e fio dental, além do enxaguante – quando recomendado –, é essencial para uma boa saúde da boca. Por isso, é recomendável, além de evitar os excessos é fazer a higiene bucal em até 30 minutos após a ingestão dos alimentos.

3) Prepare um kit de higiene bucal
Para evitar o tédio das crianças, muitos passeios e viagens são realizados no período e que podem durar horas fora de casa, um dia, uma semana ou mesmo um mês inteiro, a orientação dos nossos profissionais é criar um kit de higiene bucal com escovas, pasta, fio dental e enxaguante sem álcool– quando recomendado –, e levar na bolsa para que a higiene bucal possa ser feita mesmo fora de casa. Lembre-se, existem produtos de higiene bucal específicos para as crianças, sem álcool.

4) Alimentação
Evite comer alimentos açucarados três horas antes de dormir. Prefira consumir balas, chocolates, mel ou café junto com as principais refeições, para evitar uma exposição frequente ao açúcar. Evite alimentos gordurosos e não abuse de doces e refrigerantes, eles podem provocar cáries e prejudicar o esmalte dos dentes. Inclua em sua alimentação frutas e verduras; maçã, gengibre, abacaxi e limão são alimentos que ajudam a limpar os dentes. Alimentos com vitamina C são importantes, pois evitam doenças da gengiva. E bebem muita água, hidratação é fundamental, principalmente no verão.

5) Dor de Dente
Se mesmo com todas as medidas recomendadas, ainda assim acontecer de ter dor de dente, basta seguir alguns passos para aliviar a dor até poder consultar um dentista:
– Faça bochechos vigorosos com água morna.
– Passe fio dental entre os dentes no local da dor, para remover resíduos de alimentos que possam estar causando inflamação.
– Se houver inchaço, coloque uma compressa fria no lado de fora da bochecha.
– Não coloque medicamentos no local.
– Procure um profissional o mais rápido possível.

6) Acidentes nas férias são comuns, saiba como agir
Criança não para quieta e é muito comum elas se machucarem mais quando estão de férias, afinal há tempo e disposição de sobra para brincar. Quando se machucam, os pequenos podem sofrer lesões em tecidos moles ou duros, desde pequenas dilacerações de lábio e fraturas dentárias até fraturas de mandíbula. Em decorrência desses acidentes, por exemplo, há a possibilidade da não formação completa dos dentes, além de manchas e perda precoce do dente decíduo.

Portanto, a recomendação é sempre procurar um cirurgião-dentista o mais rápido possível; vale ressaltar que, logo após o acidente, é importante higienizar o local com soro fisiológico. Caso o dente ou fragmento seja encontrado, é importante levá-lo ao atendimento, pois em alguns casos há a possibilidade de reimplante.

6 dicas com os principais cuidados com a saúde bucal das crianças durante as férias
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest